Notícia

Conheça as novidades

12 de fev

Você sabe como a internet viaja de um continente para o outro?



 
Você sabe como a internet viaja de um continente para o outro? Se pensou que era por satélites, está enganado. A internet viaja de “submarino”.
 
Os dados de um continente para o outro são transmitidos por gigantescas redes de cabos submarinos, conhecidos como backbones, que cruzam os oceanos para conectar continentes à rede mundial de computadores.
 
Os backbones carregam informações por milhares de quilômetros de cabos localizados nas profundezas dos oceanos. Atualmente, interligam seis dos sete continentes do planeta (ainda não existem conexões com a Antártida). Essa espinha dorsal, feita de quilômetros de fibra óptica, corresponde a cerca de 99% das conexões do nosso planeta.
 
Quando você envia uma mensagem para algum amigo do outro lado do mundo no Facebook, por exemplo, estes dados trafegam do seu computador e modem para um provedor de internet. Em seguida, este provedor envia os dados a uma rede de conexões que terminará em uma estação, onde foi instalado um backbone, tudo isso em milésimos de segundos. Graças à essa eficiência, os backbones marinhos estão cada vez maiores e mais distribuídos pelo planeta.
 
Apesar dos cabos serem de grande resistência, eles estão propensos a fenômenos da natureza que podem causar alguns estragos, como no caso do terremoto na costa de Taiwan em 2006 (magnitude 7.1). Os trabalhos para reparar o cabo duraram 3 semanas.
 
Estes cabos submarinos contam com uma capacidade total de troca de dados tão incrível que, se utilizada de uma vez só, ultrapassaria os 7 terabytes por segundo. O restante, aproximadamente 1% dos dados, é transmitido pelo ar e espaço, com o auxílio de antenas e satélites, considerados meios de conexão mais lentos que a fibra óptica, e funcionando como plano B.